sábado, 26 de fevereiro de 2011

Tá no sangue













Agora vocês sabem por que gosto tanto de carnaval. Está no sangue. Logo não posso evitar que a batucada e a magia que envolve a folia de Momo fazem comigo. Está no meu DNA. É herança genética. É de pai pra filha...