domingo, 8 de abril de 2012

...

Às vezes, o som da tua voz me faz falta. A tua presença física também. Outras horas me perco no cotidiano e esqueço que agora tu és apenas uma energia boa sobre mim. Mas hoje é Páscoa meu velho. E tua ausência se faz mais forte em meu peito. Mesmo que todo o carinho, afeto, atenção que recebia de ti, agora venha em dobro por intermédio da mãe. Ainda assim, aperta aqui dentro de mim, do lado esquerdo do peito.